segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Deparando-se com as Dificuldades da Vida

Em determinados momentos da vida é comum nos sentirmos impotentes, frágeis ou perdidos em nossos pensamentos, sentimentos e ações. Deparamo-nos com tais dificuldades nas áreas mais diferentes de nossa existência, seja no âmbito pessoal, relacional ou profissional.
Parece, então, impossível alcançar uma coerência entre aquilo que se pensa, sente e realiza, gerando internamente um estado de angústia e mal estar, obscurecendo as possibilidades de um enfrentamento efetivo perante as adversidades da vida.
Quando isso acontece, é importante saber que há possibilidades de superação através de profissionais que baseiam seu trabalho clínico a partir de princípios científicos que auxiliam na resolução de problemas.
Talvez, a princípio, você fique inclinado a pegar atalhos no meio do caminho. Vivemos numa sociedade em que somos constantemente convidados a pensar que o caminho mais curto é o melhor, e ainda, que é sempre possível resolver problemas por esforços próprios.
Na prática terapêutica é possível perceber de maneira muito rotineira que as pessoas desse mundo pós-moderno tentam, cada dia mais, dar conta de suas angústias, aliviando dor e sofrimento no período da crise através de caminhos pessoais, já conhecidos, porém, não saudáveis. São caminhos que geram conforto momentâneo mas não resolvem a questão.
Dentre os muitos atalhos da nossa atual sociedade temos o uso abusivo de álcool e droga, fumo, psicofármacos, utilização de anabolizantes, medicações invasivas para redução de peso, alimentação, atividade física, sexo, trabalho compulsivo, isolamento social, desesperança, abandono de projetos, etc.
Por tudo isso, é importante ressaltar a grande diferença entre aquilo que o indivíduo pode fazer por ele mesmo num período de crise e o que um profissional da área psicológica pode fazer. O indivíduo num período de crise perde muito de seus recursos internos para superar suas questões. É como se o indivíduo se sentisse impotente naquele período da vida para a resolução de uma dificuldade.
Por outro lado, por contar com uma série de técnicas científicas e teoria amplamente válidas, o terapeuta encontra recursos para viabilizar a melhora e a qualidade de vida do paciente.
É nesse sentido que, ao contrário dos atalhos da vida, encontramos na psicoterapia um processo capaz de fornecer ferramentas adequadas para um viver autêntico.

Se você encontra-se atualmente numa situação semelhante supracitada, de dor, sofrimento, prejuízos sociais, ocupacionais, desmotivação, falta de prazer, indecisão, sensação de exaustão, impotência, perda de senso de controle e sentido de vida, certamente compreender melhor o trabalho do profissional da área psicológica poderá ser crucial para um futuro saudável.

Nenhum comentário:

Popular Posts

Seguidores