quinta-feira, 10 de julho de 2014

O que é a Terapia Cognitivo-Comportamental?

A Terapia Cognitiva-Comportamental (TCC) é uma modalidade de Psicoterapia que tem se revelado extremamente eficiente no tratamento de pacientes que estejam experimentando algum tipo de sofrimento psicológico, especialmente no caso dos transtornos psiquiátricos. A TCC tem adquirido maior reconhecimento dentro do campo científico e cada vez mais tem sido a abordagem mais indicada quando integrada ao tratamento médico.

Como o próprio nome já diz, a TCC reúne pressupostos e técnicas de ambas as terapias, a Comportamental e a Cognitiva. Assim, a TCC abrange tanto a modificação do comportamento humano em suas mais variadas formas, como também a compreensão do sentido e significado destes e outros comportamentos associados ao sofrimento mental e emocional.

No âmbito comportamental, a TCC se utiliza do Behaviorismo, preconizado por B.F. Skinner, e das leis gerais do comportamento para a identificação e alteração de comportamentos indesejados existentes, possivelmente consolidados através do tempo dentro do quadro diagnóstico do paciente. Isso significa que um dos principais esforços em psicoterapia será a análise destes comportamentos, a identificação do que os mantém e de que maneira eles podem ser alterados.  Esta análise irá permear o processo durante todo o seu desenvolvimento, e poderá abranger uma gama extensa de situações.

De uma maneira geral, a análise comportamental procurará dar conta de uma série de perguntas que o paciente e o terapeuta irão se fazer ao longo do processo psicoterápico. Por exemplo, um paciente com problemas de alcoolismo se deparará, com freqüência, com questões como “o que o leva a beber?”; “em que situações a vontade de beber ocorre?”; “com quem geralmente você bebe?”; “existem situações específicas em que o desejo de beber é maior?”, e assim por diante. Desta forma, será investigado, minuciosamente, o que mantém o comportamento de beber, que tipo de conseqüências tal comportamento provoca, que situações o evocam e o que pode ser modificado no dia-a-dia do paciente para auxiliá-lo num possível tratamento de desintoxicação. Este contexto acima descrito poderá se estender para uma série de finalidades, abrangendo os mais diferentes comportamentos (social, afetivo,familiar, sexual, entre outros).


Leia mais: TCC em Pauta

Nenhum comentário:

Popular Posts

Seguidores