sábado, 1 de fevereiro de 2014

PORQUE FAZER PSICOTERAPIA?

Existe uma cultura que acredita na Psicoterapia como um trabalho voltado apenas para o cuidado de pacientes que sofrem de problemas psíquicos ou patologias mentais graves. Sendo assim o tratamento estaria destinado apenas aos indivíduos seriamente comprometidos do ponto de vista psíquico. Há quem ainda diga que Psicólogo é o profissional dos “loucos”. 
Embora este pensamento a respeito do trabalho psicoterapêutico se sustente para algumas pessoas ainda nos dias atuais, é importante ressaltar o campo de abrangência desta técnica e com isso desmistificar a crença sobre o trabalho exercido pelo profissional que é o Psicólogo. Aos poucos a Psicologia vem sendo reconhecida como uma importante ciência no que diz respeito a saúde mental humana.

Existe um campo vasto na abrangência do trabalho psicoterápico. Portanto qualquer indivíduo que se aperceba diante de um sofrimento, angústia ou desconforto psíquico pode se beneficiar do trabalho psicoterapêutico, independentemente da gravidade de sua condição psíquica. Não há necessidade de um diagnóstico previamente definido, afinal as razões pelo qual cada indivíduo busca a ajuda psicoterapêutica é extremamente pessoal e subjetiva. 
A psicoterapia é um instrumento que pode estar a serviço da busca pelo crescimento pessoal e da busca de um sentido para a vida, além de ser de muita utilidade para os transtornos mentais, dificuldades emocionais, conflitos interpessoais, dependências, abusos, desempenho escolar ou profissional. Enfim, a Psicologia pode auxiliar a todos os indivíduos que anseiam por uma melhor condição de vida através da minimização do sofrimento psíquico e angústias. 
Como funciona a Psicoterapia Psicanalítica?

O trabalho é feito em sessões com duração de 50 minutos cada. A frequência dessas sessões é definida após as entrevistas iniciais do processo, momento em que o Psicólogo terá condição de avaliar a real necessidade do paciente. 


No caso de atendimento a crianças ou adolescentes torna-se obrigatória a presença dos pais ou responsáveis. Estes são convocados para uma ou mais entrevistas antes deste mesmo procedimento ser feito com a criança ou adolescente. Os pais devem autorizar o procedimento terapêutico e caso o trabalho se estabeleça, o Psicólogo pode solicitar a presença dos mesmos com a frequência que julgar necessária.

Não é possível definir previamente o tempo total deste trabalho, tendo em vista que o Psicólogo trabalhará com as questões trazidas pelo paciente ao longo do processo, ou seja, o trabalho psicanalítico não estará envolvido com apenas um aspecto do paciente, mas sim com a trama, complexidade e diversas situações pertencentes a vida do indivíduo. 

É importante salientar que o sigilo está presente durante todo o processo psicanalítico. Através da ética profissional do Psicólogo o paciente fica ciente de que seus conteúdos não serão expostos ou publicados em nenhuma circunstância, garantindo assim a proteção das informações trazidas para o ambiente terapêutico. 

Rua 1º de Janeiro, nº 25, Bairro Bom Jesus - Alta Floresta/MT
Consultas: (66) 9212-7491 (66) 9205-0182 (66) 8131-2320 

Nenhum comentário:

Popular Posts

Seguidores